Buscar

Cuidado para não ter a doença do estilo de vida, ou estilo de vida cultural

Atualizado: 26 de Abr de 2019


O que é uma doença de estilo de vida?


Conversamos com o Vinny e decidimos escrever esse artigo sobre estilo de vida, pois ele tem na família pessoas de todos esses tipos, e passou por algumas dessas fases: pessoas que fumam (Vinny nunca fumou), que bebem bebidas alcoólicas, com diabetes, que já morreram de câncer etc... e tem também pessoas que se preocupam com a sua saúde que nunca fumaram, como seu pai; veganas, como sua mãe; e ele, que é um atleta profissional de um dos esportes mais exigentes do mundo e não consome carne. Então ele vê e convive com os dois lados da moeda em questão de cultura e estilo de vida: é um assunto muito importante e que às vezes você pratica, você pode ter uma doença do estilo de vida por uma questão cultural e a culpa pode nem ser sua.

Devido a nossa cultura brasileiro e sermos um dos países que mais produz carne no mundo, um país onde temos carnaval e várias outras festas que induzem ao consumo de bebida alcoólica e tabagismo, a gente acaba que entra nessa onda naturalmente. E muitas vezes você pode nem querer estar ali, mas está porque a maioria faz isso. O que naturalmente leva ao sedentarismo, AVC, Diabete tipo 2, problemas gástricos e problemas cardíacos.


Qual impacto que o seu estilo de vida pode ter na sua saúde? Saiba mais sobre as escolhas de estilo de vida, da má alimentação, e o consumo de álcool, que pode colocar você em risco.


Doenças do estilo de vida, ou cultura do estilo de vida, estão se tornando uma epidemia global. Na verdade, a Organização Mundial de Saúde estima que anualmente são responsáveis por 71% de todas as mortes. Mas a maioria das pessoas ainda não entendem realmente o que está acontecendo, quando uma pessoa tem um AVC ela não se lembra do estilo de vida que ela teve a vida inteira, normalmente se lembra apenas dos últimos meses, e mais importante, as pessoas ainda não entendem os fatores de risco que estão deixando a nosso organismo mais suscetível a essas doenças

Se você leu até aqui, e está dentro de qualquer dos sintomas como tabagismo, sedentarismo, alcoolismo, etc... e acha que não tem a doença do estilo de vida nós te desafiamos a fazer o desafio dos 30 dias sem qualquer um desses hábitos que podem prejudicar sua saúde. Ou seja se você fuma, fique 30 dias sem fumar; sem bebe, 30 dias sem beber ou diminua em 90% o consumo; se é sedentário,durante 30 dias faça exercícios.

Se você ler isso e imaginar uma desculpa na sua cabeça, tipo: "Eu não preciso ficar 30 dias sem isso", "eu não tenho isso", "eu não preciso provar nada para ninguém" ou "isso não me faz mal" é porque você provavelmente já está com a doença, e aconselho você ler até o final onde colocaremos alguns links sobre essa doença que é levada muito a sério mundo a fora.


Doenças do estilo de vida em uma visão geral:


"Doença de estilo de vida" é um termo de cobertor que se refere a como você vive e porque você vive assim, da má postura à sedentarismo, consumo de álcool e tabaco que pode ser passado de geração para geração etc. e podem já estar relacionados ao seus fatores genéticos, fisiológicos ou ambientais. Doenças do estilo de vida são principalmente causadas pelos hábitos diários das pessoas. Em certo sentido, isso é boa notícia, porque significa que você pode escolher se quer ou não ter essa doença!


Então, qual é a razão por trás do número recorde de pessoas que sofrem desse estilo de vida ruim?

Bom, é devido a vários fatores que vêm de séculos atrás. Durante a evolução da pecuária e da industria alimentícia foi se criando uma fórmula quase que perfeita para viciar as pessoas em açúcar, gordura, sal etc... você foi praticamente induzido a consumir cada vez mais produtos enlatados, carne, etc... Esta fórmula foi produzida pela indústria e ela é meio que uma química que não satisfaz o corpo e sempre trás a vontade do querer mais.

Houve uma transição nutricional em países desenvolvidos na metade do século XX e ela é crucial para entender porque estamos em uma nova época nesses países, assim como alguns países em desenvolvimento não acompanharam.

As “dietas” e o estilo de vida mais saudável, a preocupação com a saúde, começou a aparecer devido as quantidades crescentes de produtos de origem animal, fast food, gordura, e açúcar, todos os quais pareciam resultar em maiores níveis de obesidade e o aumento de doenças. Enquanto isso em muitos países sub-desenvolvidos e em desenvolvimento não acompanharam essa evolução cultural saudável e isso teve um efeito desastroso no saúde, segundo a dados da OMS.

Há também as chamadas "pandemias" de inatividade, que afetam uma parte substancial da população mundial. De acordo com a OMS, quase um em cada quatro homens, e uma em cada três mulheres não fazem exercícios suficientes para afastar doenças comuns. Também podem haver fatores ocupacionais, ambientes de trabalho que exigem horas sentado, o que potencialmente podem contribuir para o ganho de peso e problemas de digestão (gástricos), bem como uma série de outros problemas de saúde.

Então, o que realmente conta como uma doença de estilo de vida?

Acidentes vasculares cerebrais (AVCs), doenças cardíacas, diabetes tipo 2 e arteriosclerose podem ser causados por fatores de estilo de vida, enquanto há uma ampla gama de doenças associadas ao álcool, tabagismo e abuso de drogas.

A obesidade é outra doença de estilo de vida potencialmente grave. A má alimentação pode causar cerca 30% dos cânceres. E, claro, é fácil esquecer que a obesidade é uma doença em si, bem como um fator de risco para doenças como hipertensão, artrite e doença hepática.


Quem é afetado por doenças do estilo de vida?

Doenças do estilo de vida costumavam ser consideradas como um problema mundial de prioridade dos governos, mas não há evidências que sugerem que estas doenças estão se tornando um fator crescente.

Doenças do estilo de vida são responsáveis por 53% de todas as mortes e deficiências no mundo.

Isso é um valor muito alto e uma indicação muito forte que doenças do estilo de vida são uma questão de proporções globais. Este valor também indica que fatores econômicos são uma das mais importantes razões por detrás do crescimento em doenças do estilo de vida, já que cerca de 80% desses problemas ocorrem em países de média e baixa rendas.

Para ser claro, não estamos dizemos que a pobreza é uma causa direta de doenças do estilo de vida, mas sim que ambientes associados a pobreza urbana são mais propensos a promover as condições que levam a doenças do estilo de vida. Muitas áreas desfavorecidas se situam chamados "desertos de comida", esse é um motivo do Vinny não ser Vegano, pois no Brasil culturalmente ainda estamos nesse “deserto” e em áreas ainda mais remotas onde o Vinny compete é pior ainda, o que afeta é muito o seu rendimento.

Simplificando, é mais difícil de comer saudável, por questão de conhecimento, cultura do local e acesso a essa cultura alimentar.



Como posso evitar isso?

A única maneira de prevenir é adotar um estilo de vida saudável. Isso significa que uma dieta equilibrada, nutritiva, atividade física regular (de 20 a 40 minutos diários), não fumar e uma boa quantidade de sono — cerca de 6 à 8 horas por noite. O consumo de bebida alcoólicas é algo difícil de tirar da vida das pessoas, pois serve como uma válvula de escape, então a nossa dica é que diminua esse consumo o máximo possível.

Manter um estilo de vida saudável pode levar a uma redução de 80% do risco de desenvolver doenças crônicas. Isso é um resultado muito bom para algo que é relativamente fácil de alcançar, basta você decidir!

Resumindo: você provavelmente não precisará se preocupar muito com doenças se você está levando uma vida saudável. Claro que existem outros fatores como genética etc... estamos falando em prevenir e evitar, mas não que você está livre disso.


E a melhor notícia é que existem muitas mudanças simples que você pode fazer no seus hábitos diários para aumentar rapidamente as defesas do seu corpo!

Começando com:

· PRATICAR ATIVIDADE FÍSICA DE PELO MENOS 30 MINUTOS DIÁRIOS

· ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL - Cortar o máximo de açúcar, carne animal vermelha, excesso de sal, frituras (o mais indicado para isso é procurar um Nutricionista).

· DORMIR MELHOR - Essa é uma questão difícil para muitos que tem problemas de insônia, problemas de acordar cedo ou problemas de sono profundo, nesse caso é indicado procurar primeiro a causa do problema, ansiedade, televisão, problemas familiares etc... resolver esse problema não é fácil, mas é essencial e está ao seu alcance.

· TER DISCIPLINA - Essa atitude é uma das principais para melhorar a sua saúde. Rotina de acordar cedo, rotina de praticar exercícios, rotina de comer saudável, ou seja, tudo envolve DISCIPLINA. Nada se ganha da noite para o dia, mas é uma questão mental a partir do momento que você começa a ter disciplina, isso só vai evoluir, mas é essencial forçar no início.

· SUPLEMENTAÇÃO E NUTRICIONAL - Colocar no seu dia-a-dia uma nutrição e suplementação saudável, adicionando Superfoods que é uma revolução em questão de nutrientes para o corpo, ou seja, ele vai suprir melhor o seu corpo com nutrientes gerando mais energia, menos inflamação, retardar o envelhecimento e até mesmo recuperar algo que tenha sido prejudicado ao longo de um estilo de vida não saudável; e proteínas sempre após o exercício e antes de dormir da VeganWayBrasil (código de desconto 20%: crazyveganway) por ser uma proteína derivada de plantas, e é uma marca que o Vinny conhece e aprova.

Todas as marcas que o Vinny indica são porque ele aprovou para o seu consumo pessoal, marcas que ele escolheu a dedo e foi atrás para participarem do seu caminho na evolução da saúde e no esporte.


Links:

1. https://en.wikipedia.org/wiki/Lifestyle_disease

2. https://www.medicinenet.com/script/main/art.asp?articlekey=38316

3. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2862441/

4. https://www.telegraph.co.uk/news/0/mapped-global-epidemic-lifestyle-disease-charts/

5. https://timesofindia.indiatimes.com/life-style/health-fitness/health-news/11-lifestyle-diseases-you-should-take-seriously/articleshow/16419598.cms




63 visualizações